1.02.2010

A vida é...



EU E A VIDA
Jorge Vercilo

Vem me pedir além do que eu posso dar
É aí que o aprendizado está
Vem de onde não sonhei me presentear
Quando chega o fim da linha e já, não há aonde ir
Num passe de mágicas a vida
Nos traz sonhos pra seguir
Queima meus navios pr'eu me superar
Às vezes pedindo o que ela vem nos dar
O melhor de si


E quando vejo a vida espera mais de mim
Mais além, mais de mim
O eterno aprendizado é o próprio fim
Já nem sei, se tem fim
De elástica minha alma dá de si
Mais além, mais de mim
Cada ano a vida pede mais de mim
Mais de nós, mais além


Vem me privar pra ver o que vou fazer
Me prepara pro que vai chegar
Vem me desapontar pra me ver crescer
Eu sonhei viver paixões, glamour
Num filme de chorar
Mais como é Fellini o dia-a-dia
Minha orquestra à ensaiar
Entre decadência e elegância zigue-zaguear
Hoje aceito o caos


O poeta, nesta música, me leu, ao invés de eu tê-lo lido...
Linda música, Jorge Vercilo!

2 comentários:

Lírio Lilas disse...

Obrigada, amiga, pela homenagem...
A vida é...isso aí! Amor, amiga, afeto!É o que vale. No mais...

Um grande beijo.

Lírio Lilas disse...

Obrigada, amiga, pela homenagem...
A vida é...isso aí! Amor, amiga, afeto!É o que vale. No mais...

Um grande beijo.

Quem sou eu

Minha foto
Eu sou o fio que liga os pensamentos... o cio dos momentos de afeto... sou o furo no teto... que deixa ver as estrelas... sou a última... não as primeiras... fico no fim da sala... acalmando a alma... que não cala... silenciosa em desatino... sou as palavras sem destino... voando pela goela... sou a alma que berra... o sentimento insano... sou boneca de pano... na infancia da pobreza... sou o louco que grita... as verdades para a realeza... é sou eu... espelho torto do mundo, amor de Prometeu, fogo ao homem, fome de pássaro pontual e solução de caduceu...